26. September 2020 - 21:30 till 22:50
Teatro Municipal Joaquim Benite, Almada
Share it on:

Camané e Mário Laginha | Saturday, 26. September 2020

CAMANÉ E MÁRIO LAGINHA



Camané e Mário Laginha são consensualmente considerados dois príncipes da música portuguesa. “Os melhores da rua deles”, diria o povo meio a brincar falando porém muito a sério. Ouvi-los juntos em palco é por isso uma espécie de dobradinha – uma dupla vitória para o público.



Camané encontrou em Laginha um companheiro musical que é muito mais que um acompanhante de fado, sendo também ele próprio de alguma forma um fadista. Contando já com a experiência de vários concertos juntos, para além do arranjo orquestral de Laginha para o já lendário tema de Camané Sei de um rio e da sua participação na gravação do disco O melhor de Camané, 1995-2013, que integra o poema de Álvaro de Campos Ai Margarida, que Mário Laginha musicou, poder-se-ia dizer que este novo projecto estava fadado para acontecer. Assim, do excelente entendimento sentido nessas colaborações esporádicas, resultou agora o inevitável Aqui está-se sossegado, pensado de raiz para juntar uma voz a um piano que também é uma voz, evocando tempos pretéritos em que o fado foi igualmente uma música dos salões da aristocracia.



O concerto inclui cerca de duas dezenas de temas saídos do cânone fadista tradicional que Camané tem interpretado e levado para o seu repertório, integrando também inéditos compostos por Mário Laginha. Revisitando a História do fado, Aqui está-se sossegado, entretanto já gravado em disco, contém razões de sobra para trocar algum outro sossego por este concerto de fado que, sem guitarras nem violas, tão elegantemente tem vindo a incendiar as plateias.





26 e 27 SETEMBRO, 2020 | SALA PRINCIPAL

sáb às 21h30

Dom às 16h

Duração aprox.: 1h20 | M/6



Voz: Camané

Piano: Mário Laginha